ERASTO GURGEL BANHOS viveu intensa e alegremente de 1919 a 1991. Meus agradecimentos especiais à D. Odete (viúva) e aos filh@s Celia, Nice, Vavá e Eliton Banhos que, amorosamente, cederam material e depoimentos valiosos para o blog.
O blog é em homenagem à vida e à obra deste grande ser humano que há 20 anos foi brincar em outras paragens, à beira d'água. Viva o Palhaço Alecrim, Viva Erasto Banhos, sempre!!!

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Palhaço Alecrim é homenageado no Carnaval 2014 em Belém(PA)

 
Queria ter o dom de DEUS da ressurreição, infelizmente tal e qual todos nos mortais, sou limitado, ao ver o Arrastão da nossa Embaixada Pedreirense, agradeci à Deus o Dom divino de trabalhar junto com o povo, nesse, que é um dos mais emocionantes espetáculos, o desfile de carnaval, então percebi que este poder me foi dado por ele, mas de outra forma, na forma do que chamamos de ARTE, a mesma ARTE que usamos para falar da vida em uma avenida em desfile, e através deste poder, por apenas sessenta minutos, podemos trazer de volta o que quisermos, então de Fato pude sentir a força da arte, e se tenho nas mãos esta oportunidade, porque não trazer de volta a Alegria, engraçado, com a força artística podemos até brincar de ser Deus, então em nome da Alegria, vamos trazer de volta nesta curta fatia de tempo, alguém que para nós Paraenses marcou a infância, precursor dos programas de TV para crianças em nossa cidade, sempre chamando a sua secretária, para distribuir quilos de bom-bons, meio arlequim, meio palhaço, com um chapéu enorme e pontiagudo, ele estava lá, na tv tupi, todos os dias, prendendo a nossa atenção, enquanto aprendíamos a maravilhosa arte de viver, e infelizmente crescíamos, quero aproveitar a nossa ALEGRIA! ALEGRIA! para traze-lo de volta, e encher os corações, dos agora adultos, da mesma ternura que um dia, graças a Deus, todos nós paraenses de nascimento ou não, tivemos por causa dele, estamos te aguardando ALECRIM DA BEIRA - DÁGUA, temos um lugar especial para você, em um carro alegórico e em nossos paraenses corações infantis! REENCARNADO POR Christiano Cerqueira!
 




 Você veio meu querido, amado, respeitado, dono da nossa alegria de infância, quanto tempo não te via, pensei que não tinhas recebido nosso recado, a comunicação entre nós é precária as vezes, devido a distancia física, ...mas quando lembrei que se usasse o mesmo coração que tu nos ensinastes a usar seria mais rápido, só que nossa tecnologia também não tem o total conhecimento deste processo, quando você sentiu o chamado do nosso AMOR, sei que logo começou a se organizar para vir, preparamos uma avenida para recebe-lo, seu lugar no carro era só um detalhe, porque o lugar construído era mais aconchegante, o interior de centenas de corações reavivados pela centelha divina, ai palhaço, quando chegou a hora, sei que revisitastes tua terra e tal e qual nós, chorastes, convidamos alguém muito digno para recebe-lo, ele emprestou seu corpo e um bom pedaço de sua alma, até porque sua história passa bem pertinho da casa e do colégio dele, e já tinhas uma marca profunda lá, ainda deve se lembrar do quilo de bom-bom que deu a ele, da mesma forma que adoçou todos os nossos corações, desculpe por nossa escola não ser tão rica, mas demos o melhor de nós para fazer esta festa, e a enfeitamos com o que tínhamos de melhor: nossa ALEGRIA ALEGRIA! pedimos emprestado um samba de um bloco maravilhoso, que mora em uma passagem que já é Alegre na essência, e trouxemos para a Pedreira tentando justificar o titulo do bairro: ...do Samba e do Amor! ha sim! queríamos também agradecer por ter nos despertado, ter-nos feito ver o quão grandiosos somos quando queremos ser, e que temos uma comunidade viva, que pode ir longe e produzir espetáculos tão bons, quanto os de nossas escolas de samba-irmãs, não tínhamos ainda a dimensão de nossa força, e nos ajudou a te-la, por esta foto sua durante o desfile podemos perceber que você estava feliz, e isso nos basta, mesmo sendo pouco, perto dos anos de alegrias que nos destes pela TV, que agora é digital sabia? é!, mas você nunca precisou disso, era você mesmo independente de tecnologias avançadas, estamos já com saudades porque tens de voltar para a LUZ de onde viestes, mas agora já temos um pouco do domínio de como chama-lo , porque o aparelho foi inventado por você mesmo: Nossos Corações!


...MUITO OBRIGADO!!!
 

Claudio Rego de Miranda
Carnavalesco da Escola Embaixada do Samba Império Pedreirense



fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário